Fevereiro/2017

Diretores do IBIO se reuniram com CBHs mineiros para alinhamento das atividades

No dia 18 de janeiro, em Governador Valadares, o diretor-presidente do IBIO, Eduardo Figueiredo, o diretor geral da agência, Ricardo Valory, juntamente com o diretor técnico, Fabiano Henrique Alves, se reuniram com os presidentes dos seis comitês da porção mineira da bacia do rio Doce, para uma reunião de alinhamento das atividades para esse ano. A ideia inicial dos comitês é contar com o fortalecimento das ações conjuntas entre IBIO e comitês para agregar conhecimento e mobilização nos projetos futuros de recuperação da bacia do rio Doce. Outro ponto discutido foi a comunicação dos comitês como uma estratégia de mobilização das instituições ligadas à recuperação ambiental.

Eduardo Figueiredo, destaca que o IBIO procura sempre o fortalecimento institucional da bacia, pois essa articulação permite congregar diferentes potenciais para traçar cenários e metas, definir prioridades e levantar os recursos necessários. “Nessa parceria com os CBHs, não é diferente. Como agência da bacia, o IBIO procura trazer novos parceiros que possam viabilizar projetos que aumentem a capacidade dos Comitês de Bacias, como o Território Sustentável Ribeirão do Boi e o Rio Doce de Novo, trazendo novas experiências e resultados que precisam ser compartilhados em outras regiões da bacia. Essa integração só tende a fortalecer as ações e a continuidade dos projetos dos Comitês, aprimorar os processos e ampliar o alcance dos objetivos propostos.”

Também durante esse encontro, foi apresentado para os comitês o Programa de Desenvolvimento Sustentável Rural (PDRS), desenvolvido no médio rio Doce, elaborado pela YKS, em parceria com o SICOOB-CREDRIO DOCE e outras associações de produtores da região. O programa prevê a viabilização de créditos acessíveis aos agricultores familiares para melhoria produtiva agrícola e recuperação de áreas degradadas. O programa está em fase de captação de recursos.

“Esse ano vamos conseguir colocar em prática nossos programas priorizados no PAP, já que em 2016 ficamos parados por causa dos problemas em relação ao contrato de gestão entre IGAM e IBIO. Além disso, o CBH-Piranga continua mantendo o foco nos programas: Programa de Controle de Atividades Geradoras de Sedimentos (P12); Expansão do Saneamento Rural (P42); e o de Recomposição de Áreas de Preservação Permanentes (APPs) e Nascente (P52)”. Carlos Eduardo Silva, presidente do CBH-Piranga

“Assumimos uma nova perspectiva para o ano de 2017 e nos próximos anos de trabalho dos comitês junto com a agência equiparada. Alinhamos algumas politicas e pendências. Demos prioridade à concretização dos nossos programas. Essa reunião de alinhamento foi uma troca de opiniões muito importante, que nos outros anos nós não tivemos. Vamos repassar para a plenária tudo o que foi discutido para começarmos a trabalhar e efetivamente aumentar a quantidade e qualidade de água na nossa bacia”. Flamínio Guerra, presidente do CBH-Piracicaba

“Esse momento de esclarecimentos de dúvidas entre os presidentes e o IBIO foi importante para definirmos os novos rumos e trabalhos dos comitês junto com a agência para esse ano. Ressaltamos a necessidade de buscar parcerias, trabalhar pra eliminar alguns gargalos e obstáculos, além de fortalecer o grupo de acompanhamento do contrato de gestão. Para a recuperação da mata atlântica, melhorar fluxo de captação de recursos, o CBH-Santo Antônio também apoiará e contará com resultados do PDRS (Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável)”. Felipe Benicio Pedro - presidente do CBH-Santo Antônio

“Essa iniciativa do IBIO de convocar os comitês para um alinhamento mostra um passo importante para nossa gestão dos recursos hídricos. Vamos tentar trabalhar ainda mais alinhados esse ano, já que demos outro grande passo com a assinatura do Contrato de Gestão entre IGAM e IBIO. Vamos alavancar as atividades que ficaram paradas em 2016 por causa do contrato de gestão. Vamos desenvolver com mais força o Plano de Aplicação Plurianual (PAP 2016-2020)”. Ronevon Huebra, presidente do CBH-Caratinga

“Considero extremamente positiva a iniciativo do IBIO em convocar os comitês para essa autoavaliação. Estivemos juntos no mesmo patamar: agência equiparada e comitês para projetar as ações para 2017 e destacar pontos de fragilidades e amadurecimento que poderão enriquecer nossas ações em 2017. Na Bacia do Rio Manhuaçu, definimos na última assembleia que nossas atividades desse ano serão focadas nos programas hidro ambientais que não puderam ser realizados em 2016”.Senisi Rocha – Presidente do CBH-Manhuaçu

CBHs, em parceria com o IBIO, lançam portal para acompanhamento das ações

Os Comitês de Bacias do Rio Doce (CBHs), em parceria com o IBIO, entidade que atua com funções equiparadas à agência de águas na região do Doce, lançaram em dezembro o Portal de Acompanhamento das Ações dos CBHs. “O objetivo da criação do Portal foi divulgar e disponibilizar para consulta pública, informações sobre os contratos celebrados entre o IBIO – AGB Doce e as empresas responsáveis pela execução das ações previstas no Plano de Aplicação Plurianual (PAP-2012/2015 e PAP 2016/2020)”, explica Rossini Pena, coordenador de sistemas de informações do IBIO-AGB Doce.

Acesse o portal

IBIO-AGB Doce

Rua Afonso Pena, 2590 – Centro | Governador Valadares – MG
CEP: 35010-000 - Telefone: (33) 3212-4350 - ibioagbdoce.org.br